O Que Você Deve Saber Sobre O Aumento em Refinanciamentos

Freddie Mac lançou recentemente seu relatório trimestral de estatísticas de refinanciamento no Quarterly Refinance Statistics que cobre refinanciamentos até 2020. O relatório explica que o valor em dólares dos saques de refinanciamentos foi maior em 2020 do que nos últimos anos. Um saque de refinanciamento, conforme definido pela Investopia, é:

“uma opção de refinanciamento de hipotecas na qual uma hipoteca antiga é substituída por uma nova com um valor maior que o empréstimo existente, ajudando os mutuários a usar o empréstimo da casa para obter algum dinheiro.”

O relatório Freddie Mac ajudou outros artigos a serem publicados, como o House or ATM? Cash-Out Refinances Spiked in 2020 do The Real Deal que disse:

“Os americanos trataram suas casas como caixas eletrônicas no ano passado, retirando US $ 152,7 bilhões em meio em uma onda de refinanciamento não vista antes, desde a crise financeira de 2008.”

Sempre que se combina os termos “pico da crise”, “casas como caixas eletrônicos” e “crise financeira”, isso evoca memórias da bolha imobiliária que experimentamos em 2008.

No entanto, essa comparação é inválida por três razões:

1. Os Americanos Estão Com Um Saldo Credor Muito Mais Alto Hoje.

Black Knight, a grande companhia que divulga dados sobre mortgages e financiamentos acaba de divulgar informações sobre a quantidade de patrimônio líquido que os proprietários tem nos EUA quando tem um financiamento em suas propriedades. O patrimônio líquido captável é o valor do saldo credor que o proprietário pode usar e se ainda deixar 20% de patrimônio líquido em sua casa. Aqui vai um gráfico que mostra as descobertas do relatório:

Em 2006, logo antes do crash, o valor da casa própria que podia ser usado nos EUA chegou a US $ 4,6 trilhões. Hoje, esse número é de US $ 7,3 trilhões.

Como Black Knight explica:

“No final do ano, cerca de 46 milhões de proprietários detinham um total de US $ 7,3 trilhões em patrimônio líquido, a maior quantia já registrada ... Isso é um aumento de mais de US $ 1,1 trilhão (+ 18%) desde o final de 2019, o maior ganho percentual desde 2013 e - você adivinhou - o maior ganho de valor em dólares da história, para inicializar. Ao todo, chega a cerca de US $ 158.000 em média por proprietário com patrimônio aproveitável, um aumento de quase US $ 19.000 em relação ao final de 2019.”

2. Os Proprietários Sacaram Uma Quantia Muito Menor Desta Vez.

Em 2006, os americanos sacaram um total de US $ 321 bilhões. Em 2020, esse número era menos da metade, totalizando US $ 153 bilhões. Os US $ 321 bilhões representaram 7% do patrimônio líquido total extraível do país em 2006. Por outro lado, os US $ 153 bilhões representaram apenas 2% do patrimônio líquido total extraível no ano passado.

3. Menos Proprietários Utilizaram Seu Saldo Credor em 2020 do Que em 2006.

Freddie Mac relata que 89% dos refinanciamentos em 2006 foram saques de refinanciamentos. No ano passado, esse número era menos da metade, 33%. Como porcentagem dos que refinanciaram, muito mais americanos reduziram sua posição patrimonial há quinze anos em comparação com o ano passado.

BOTTOM LINE

É verdade que muitos americanos liquidaram uma parte do saldo credor em suas casas no ano passado por vários motivos. No entanto, menos da metade deles utilizou seu patrimônio líquido em comparação com 2006, e eles sacaram menos de um terço desse patrimônio disponível. A situação dos saques de refinanciamento de hoje não tem nenhuma semelhança com a situação que precedeu a crise imobiliária no passado.

Quer saber mais?
VENHA CONVERSAR CONOSCO.
 
Temos opções maravilhosas pra você.
COMPRE & VENDA COM SEGURANÇA.
 
Ligue/Text  1 (954) 809-5318

[email protected]

So. Florida: Closed Sales, Average Prices, Inventory, and Time to Close:

FEBRUARY 2021:    Broward     |     Miami-Dade     |     Palm Beach     |     St. Lucie

Post a Comment