A Recuperação Econômica Supera Todas as Projeções

No início deste ano, muitos economistas e analistas de mercado estavam prevendo uma desaceleração financeira que iria afetar a economia dos EUA de forma apocalíptica nos próximos anos. Eles imediatamente começaram a comparar com a Grande Depressão de um século atrás. Seis meses depois, a economia ainda estava tentando se estabilizar, mas é evidente que o país não enfrenta agora a devastação total projetada por alguns. Enquanto continuamos a combater a pandemia, as previsões agora estão sendo revisadas de uma forma mais positiva. O Wall Street Journal (WSJ) acaba de anunciar:

“A economia e o mercado de trabalho dos EUA estão se recuperando da retração relacionada ao coronavírus mais rapidamente do que o esperado, disseram economistas em uma pesquisa mensal.

Economistas e acadêmicos analistas do The Wall Street Journal esperam que o produto interno bruto (PIB) aumente a uma taxa anualizada de 23,9% no terceiro trimestre. Isso representa um forte aumento em relação à expectativa de uma taxa de crescimento de 18,3% na pesquisa anterior.”


Qual será a forma da recuperação?

Historicamente, os economistas descrevem as recuperações econômicas na forma de uma das quatro letras - V, U, W ou L.

Uma recuperação em forma de V tem tudo a ver com a velocidade da recuperação. Essa rápida recuperação é vista como o melhor cenário para qualquer economia que entre em recessão. NOTA: os economistas agora também estão usando um novo termo para esse tipo de recuperação, chamado "Nike Swoosh". É uma forma de V que pode levar vários meses para se recuperar, lembrando assim o logotipo da Nike Swoosh.

Uma recuperação em forma de U é quando a economia experimenta uma queda acentuada em uma recessão, como o cenário em forma de V. Nesse caso, no entanto, a economia permanece deprimida por um período mais longo, possivelmente vários anos, antes que o crescimento comece a se recuperar definitivamente.

Uma recuperação em forma de W pode parecer que uma economia está passando por uma recuperação em forma de V até que mergulhe em uma segunda contração, geralmente menor, antes de se recuperar totalmente aos níveis anteriores à recessão.

Uma recuperação em forma de L é vista como o pior cenário. Embora a economia volte a crescer, ela se encontra em uma base muito inferior aos níveis anteriores à recessão, o que significa que leva muito mais tempo para se recuperar totalmente.

Muitos analistas previram que esta seria uma temida recuperação em forma de L, como a recessão de 2008 que se seguiu ao colapso do mercado imobiliário. Felizmente, não parece ser o caso agora.

A mesma pesquisa mencionada acima questionou aos economistas do WSJ com qual letra essa recuperação se parecerá mais. Aqui vão os resultados:

 
E os números de desemprego?

É difícil falar positivamente sobre um relatório de empregos que mostra que milhões de americanos ainda estão sem trabalho. No entanto, quando comparamos com outras previsões do início deste ano, os números são muito melhores do que a maioria dos especialistas esperava. Parecia que os números iam ser como na Grande Depressão, quando a nação sofreu por quatro anos consecutivos um desemprego superior a 20%.

O primeiro relatório após a paralisação de 2020 mostrou uma taxa de desemprego de 14,7%, mas para surpresa de muitos analistas, a taxa diminuiu em cada um dos últimos três meses e agora está na casa de um dígito (8,4%).

O economista Jason Furman, professor na Universidade de Harvard no John Kennedy School of Government, e presidente do Conselho de Consultores Econômicos durante a administração anterior, recentemente colocou no seguinte contexto:

“Uma taxa de desemprego de 8,4% é muito mais baixa do que qualquer pessoa teria imaginado alguns meses atrás. Ainda é uma recessão ruim, mas não um evento sem precedentes históricos, ou então precisamos voltar à Grande Depressão para uma comparação.”

Os economistas consultados pelo WSJ também previram taxas de desemprego no futuro:

  • 2021: 6,3%
  • 2022: 5,2%
  • 2023: 4,9%


A tabela abaixo mostra como a situação atual de emprego se compara a outras grandes perturbações na nossa economia:

BOTTOM LINE

 A recuperação econômica ainda tem um longo caminho a percorrer. Até agora, estamos indo muito melhor do que muita gente pensou que seria possível.

Quer saber mais?
VENHA CONVERSAR CONOSCO.
 
Temos opções maravilhosas pra você.
COMPRE & VENDA COM SEGURANÇA.
 
Ligue/Text 1 (954) 809-5318

Post a Comment