Your search results

Transferências, Câmbio, e Imóveis em Miami.

Posted by Helena Grossberg on January 31, 2013
| 0

Transferências, Câmbio, e Imóveis em Miami

Quando um brasileiro compra um apartamento em Miami e faz uma transferência de cambio para esta operação, o Banco Central do Brasil classifica esta operação como um investimento brasileiro no exterior. Esta é uma transação financeira unilateral e não uma troca de serviços ou mercadoria, como uma importação e a classificação da operação de cambio fica sendo a de “aquisição de imóveis no exterior”.

Para garantir a legitimidade da operação, o governo requer uma documentação para permitir registrar o cambio, e o melhor respaldo da operação a ser apresentado é sempre o contrato da compra do imóvel. Para permitir a classificação na natureza apropriada, também é necessário que a transferência do cambio no exterior seja sempre feita para uma companhia de titulo, uma conta fiduciária, ou diretamente ao vendedor do imóvel. Caso contrario, a operação é descaracterizada, e portanto, irregular.

Existe uma pequena taxa para qualquer operação de câmbio, chamada Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e cuja taxa é de 0,38%, mas de pouco impacto na transação.

No momento, o Brasil possui muitas deficiências ainda no campo de infraestrutura e na cadeia produtiva, e a taxa cambial é uma ferramenta usada pelo governo para ajudar a indústria brasileira contribuindo no resultado da balança comercial.

Com um dólar muito baixo (e consequentemente o real valorizado), os produtos brasileiros ficam caros no mercado internacional, e isto prejudica as exportações. Da mesma forma, os com o dólar baixo, os produtos americanos se tornam mais atraentes e de fácil obtenção.

Comparando os preços em 2012, os preços estavam em torno de $4.000 por m2 no centro de Miami, e $9.000 em São Paulo (Vila Nuova, Concept Analia Franco, Cenário da Vila), ou $10.000 no Rio de Janeiro (Majestic Barra, Wave Ipanema, Maayan Barra, Leeran Lagoa). Em áreas mais nobres do Rio, como na zona sul, estes preços hoje podem chegar até mais de $15.000 por m2.

Um eventual ganho ou perda com a taxa cambial não é relevante e não se deve especular ou buscar ganhos nesta variável. A compra de um imóvel nos EUA deve ser analisada sempre dentro do potencial de valorização e retorno do investimento considerando seu preço em dólares e nunca em reais. A valorização do imóvel, em dólares, ocorre conforme fatores econômicos fundamentais, como melhorias na vida americana, aumento de poder aquisitivo, e crescimento da demanda.

Referencias:
Bergallo, Fernando: Transferências, Câmbio e Imóveis em Miami, 2013
Bombana, Lucas: Brasil Econômico, Após Leilão “surpresa,” mercado já vê dólar a R$ 1,95, 2013
Castro, Fabrício: Exame, Dólar fecha na menor cotação desde Julho de 2012, 2013
RelatedISG: How does Miami Compare, 2012
Quer saber mais? Venha conversar comigo. Temos opções maravilhosas pra você. E agora, com serviços de concièrge. Compre com segurança.  

  • Preconstruction Condo Map